Serviços Contábeis em Belo Horizonte – MG e Contabilidade | Grupo WSC

Diferenças entre startups e empresas tradicionais

DIFERENÇAS-ENTRE-STARTUPS-E-EMPRESAS-TRADICIONAIS

Muitas pessoas ainda confundem, o conceito ideológico e organizacional que diferenciam uma startup e uma empresa tradicional. Principalmente, a distinção de suas estratégias de financiamento e análises.

Se você deseja empreender e abrir um novo negócio, mas possui dúvidas sobre os formatos e modelos de empresas, tira sua dúvida agora mesmo com a gente! Vamos lá?

Principais características de uma Startup

Nos últimos anos, temos vistos através de muitos canais de comunicação como jornais, televisões matérias que falam sobre empresas pequenas que se tornaram verdadeira gigantes no mercado. Mas de verdade, você sabe o que é um Startup?

Está expressão “Start up”, significa do início em uma ação ou colocar algo em movimento. Já no âmbito dos negócios, significa uma empresa que está dando os seus primeiros passos, mas isso não significa que toda nova empresa é uma startup.

Este modelo de empresa, tem como um de seus elementos principais a escalabilidade. Que por sua vez, faz com que um empreendimento consiga aumentar a sua demanda cada vez mais, de modo padronizado sem que seja preciso aumentar os custos.

Logo, uma startup, desde o seu nascimento está projetada para crescer e se tornar uma grande empresa. Assim é preciso possui um planejamento estratégico que permita o seu crescimento estruturado.

Leia mais sobre: Cuidados ao abrir um novo negócio

Principais características de uma Empresa Tradicional

Anteriormente falamos que uma startup, desde o momento de sua abertura é motivado por uma oportunidade e projetado o seu crescimento. Já uma empresa tradicional surge de uma necessidade, desta forma todo o seu planejamento é feito no intuito que ela sobreviva no mercado e dê retorno do investimento feito.

Tanto quanto uma startup, uma empresa tradicional também requer bastante esforço e trabalho, logo é preciso possuir um planejamento financeiro detalhado e fazer o controle de estoque como por exemplo.

A elaboração de um planejamento para as empresas tradicionais, geralmente são mais rigorosos e não visam o crescimento acelerado. Mas isso não significa, que a empresa não irá crescer, somente que ela possui menos ricos e uma concorrência maior, limitando assim o seu crescimento.

Leia mais sobre: Contabilidade como parceira de gestão

Quais as principais diferenças entre startup e pequena empresa

Uma das grandes diferenças entres estes dois modelos de empresa, consiste nos objetivos principais. Enquanto as empresas tradicionais visam a rentabilidade e lucratividade estável a longo prazo as startups focam em suas receitas e potencial de crescimento.

Veja agora as três principais diferenças entre startup e empresas tradicionais:

Escalabilidade X vendas do que já conhece

Atualmente podemos considerar uma startup, uma organização que projeta o seu crescimento através do modelo de negócio escalável e repetitivo.

Logo, os seus gestores buscam estudar o mercado previamente, de forma que consigam entregar ao mercado um produto de valor aos seus clientes.

Já as empresas tradicionais, possuem operações independentes, mais organizadas visando o seu lucro. Além disso sua atividade, não é nenhuma novidade de mercado, possuindo uma concorrência direta grande e que geralmente comercializa produtos ou serviços já conhecidos pelo consumidor.

Ao contrário das startups que desejam crescer até virar uma grande empresa, tendo seus produtos conhecidos no mercado ou até mesmo criando novos mercados.

Capital Inicial necessário

Como o objetivo principal de uma startup é a implementação de um modelo de negócio escalável, será preciso elaborar um exaustivo processo de testes, que validem as suas questões inovadoras.

Desta maneira, uma startup, precisará em sua fase de arranque de investidores que acreditem na sua ideia de produto e na realização do plano traçado. Assim o investimento, possui um papel essencial na criação de uma startup, uma vez que será preciso muitos testes até que ela encontre o seu modelo escalável de negócio e se torne capaz de crescer de forma sustentável.

Já uma empresa, possui sua organização estruturada sem que seja preciso fazer novas mudanças. Permitindo que um gestor faça menos investimento de capital do que o realizado em uma startup.

Possui ou não sócios

A grande maioria das empresas tradicionais, os sócios são os maiores detentores de poder do negócio. Em contrapartida, devido ao fator das startups crescerem de modo disruptivo, elas acabam buscando mais investidores externos e assim tendem a fazer a partilha de seus lucros bem como dividir o controle do negócio.

Ou seja, os empreendedores podem acabar abrindo mão do controle absoluto, a fim de obter recursos suficientes que proporcione o crescimento estruturado.

À primeira vista, startup e empresas tradicionais podem parecer semelhantes, contudo, representam modelos de negócio bastante diferentes, de acordo com os seus objetivos, estrutura e investimento.

Está pensando em abrir uma empresa? Aprenda agora mesmo quais os cuidados ao abrir um novo negócio .

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Guia definitivo para abertura de uma empresa de sucesso