Serviços Contábeis em Belo Horizonte – MG e Contabilidade | Grupo WSC

Diferenças entre ME e EPP: qual é melhor para sua empresa?

diferencas-entre-me-e-epp

Na hora de abrir uma empresa, é necessário realizar uma série de escolhas que irão determinar o futuro do negócio. No entanto, para alcançar o sucesso, é preciso se basear em estratégias e análises bem fundamentadas. 

 

Assim, será preciso ter bastante planejamento para tomar as decisões que mais fazem sentido com os seus objetivos, e para se ter um crescimento saudável. Uma das principais dúvidas que assolam empresários, está no porte da empresa.

 

Esse é um dos critérios mais importantes e que determina diversas obrigações da empresa. Por isso, para te ajudar a entender as diferenças entre ME e EPP, preparamos esse artigo sobre o assunto para você escolher o melhor para sua empresa. 

 

Tenha uma boa leitura!

O que é uma Microempresa (ME)?

Para saber melhor as diferenças entre ME e EPP é preciso entender como elas funcionam separadamente. 

 

A definição de microempresa (ME) está relacionada ao seu porte, nesse caso ela se mostra como uma das principais opções para aqueles que estão começando no mundo dos negócios. 

 

Esse é um porte de empresa menor, como o próprio nome já indica, é para se enquadrar nele, é preciso faturar em um teto de R$ 360 mil por ano. 

 

A ME ficou muito popular a partir da implantação do regime de tributação do Simples Nacional, que tem como principal objetivo simplificar o processo de tributação para empresas menores. 

 

Isso simplificou bastante a vida de micro empreendedores, que muitas vezes não dispõe de uma equipe dedicada a resolver essas burocracias. 

 

Além disso, uma ME que se enquadra como Simples Nacional, possui a opção de pagar todos os seus impostos por meio de uma guia única de pagamento, a DAS, e também paga tributos menos onerosos. 

 

Uma microempresa também pode ter mais de um sócio, desde que escolha a natureza jurídica adequada. As principais escolhas para isso, são: 

 

  • Sociedades Limitadas (LTDA): para quem escolhe atuar em conjunto;
  • Sociedades Limitada Unipessoal (SLU): para quem deseja atuar individualmente. 

 

Mas e as EPPs, como elas se definem? Continue nesse artigo e descubra. 

O que é uma EPP?

Se uma ME ultrapassa o limite anual de faturamento, ela deverá passar pelo processo de desenquadramento do porte atual e se enquadrar como Empresa de Pequeno Porte (EPP), neste caso, seu limite de faturamento passará para R$ 4,8 milhões mensais. 

 

Por se tratar de um porte empresarial que apresenta maior possibilidade de faturamento, ele conta com algumas flexibilizações que não acontecem com as ME.

 

Além disso, também é possível aderir ao Simples, a partir da  Lei Complementar 123/2006. Como já foi falado, esse tipo de empresa se mostra como algo de alto faturamento, logo, elas são consideradas empresas que impulsionam a economia do país. 

 

Agora que você já sabe a definição de cada um desses tipos de empresa, continue nesse artigo para saber as diferenças entre ME e EPP.

 

Continue a leitura: Contabilidade para micros e pequenas empresas: conheça as soluções da WSC.

Quais são as diferenças entre ME e EPP?

Como já foi citado anteriormente, as principais diferenças entre ME e EPP estão no seu faturamento anual. Apesar de parecer algo simples, pode fazer toda diferença no que diz respeito à atuação do negócio. 

 

No entanto, as diferenças entre ME e EPP vão além. Outra diferença marcante entre ambas está no número de funcionários. Uma ME pode contar com: 

 

  • Indústria: até 19 empregados;
  • Comércio e serviços: de 10 a 49 empregados.

 

Por outro lado, uma EPP pode contar com mais funcionários segundo o seu ramo de atuação:

 

  • Indústria: de 20 a 99 funcionários;
  • Comércios e serviços: 10 a 49 funcionários. 

 

Além disso, uma das diferenças entre ME e EPP que faz diferença na atuação do negócio está no seu regime tributário. As Microempresas podem escolher o regime de tributação que desejarem, seja:

 

  • Simples Nacional;
  • Lucro Real;
  • Lucro Presumido.

 

Isso também ocorre para as Empresas de Pequeno Porte, no entanto, é preciso tomar mais cuidado, pois em algumas atividades específicas, é proibido o enquadramento no Simples para essas empresas. 

 

Agora que você já sabe as diferenças entre ME e EPP, continue no artigo para descobrir como escolher a melhor para descobrir qual a melhor para o seu negócio. 

ME e EPP: qual a melhor para o seu negócio?

Após conhecer as principais diferenças entre ME e EPP, pode estar se perguntando qual a melhor opção para o seu negócio. 

 

No entanto, a resposta pode variar bastante. De maneira geral, ambas são boas opções, porém tudo irá depender dos objetivos da empresa e de sua realidade financeira. 

 

Se você já possui uma previsão de alto faturamento e um corpo maior de funcionários, talvez a EPP seja a melhor opção. 

 

Por outro lado, se o seu negócio está em processo de estruturação, apresenta uma possibilidade de faturamento um pouco menor, talvez a ME seja uma boa opção. 

 

Nesse caso, apenas um planejamento estratégico pode indicar qual a escolha mais vantajosa para o empreendimento. 

 

Como você pôde observar, existem muitas diferenças entre ME e EPP, por essa razão o suporte de uma contabilidade é fundamental para ajudar a sua empresa nessa escolha. 

https://www.wsccontabilidade.com.br/contato/

Conte com a WSC Contabilidade!

Deseja entender mais sobre as diferenças entre ME e EPP para estruturar melhor  a sua empresa? Conte com o suporte da WSC Contabilidade

 

Com mais de 30 anos de atuação no mercado, somos uma Contabilidade do Barreiro, que oferece segurança, qualidade e eficácia, buscando sempre trazer bons resultados e gerar valor para o negócio por meio de nossos serviços de qualidade.

 

Por isso, entre em contato e descubra nossas soluções!

 

Gostou do artigo? Acesse nosso blog e nossas redes sociais para ler mais conteúdos como esse.

 

Leia mais: Vantagens da contabilidade consultiva para o seu negócio.